sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Estudo sobre O Milagre de Bartimeu

 

Estudo Bíblico

"O Milagre de Bartimeu"

Textos:

Mc 10:46-52; Js 6:26; I Rs 16:34

    

Introdução:

 

    Por trás do Milagre de Bartimeu, realizado por Cristo, uma longa historia realça e explica a condição deste homem que representa bem a situação comum de muitos dos moradores da daquela cidade, que a muito tempo atrás, foi alçada com palavra de maldição proferida pelo servo de Deus – Josué.

    A condição de Bartimeu era de alguém de vivia a margem da sociedade, e, portanto, o seu estado físico não era tudo, ou a causa única da sua situação de sofrimento, ele penava a consequência que emanava de sua alma pelo estado em que a sociedade o reconhecia "a rejeição".

    Assim sendo, Bartimeu precisava da ajuda de alguém que lhe concedesse, não só a restituição da sua visão, mas, restabelecesse a sua dignidade humana. Algo que lhe foi roubado, a ponto de não ter nome próprio, de ser chamado pelo nome de seu pai – Timeu. Tendo em vista que seu nome Bartimeu, significa filho de Timeu (Bar – Filho).

    A seguir detalhes da história que circuncidava a vida do filho de Timeu.

 

Resumo da história da Cidade de Jerico

    Aproximadamente no século XIV a.c Deus entrega a cidade de Jericó nas mãos de Josué, que a destrói, e lança sobre a cidade uma maldição, Js 6:26 "Também nesse tempo Josué os esconjurou, dizendo: Maldito diante do Senhor seja o homem que se levantar e reedificar esta cidade de Jericó; com a perda do seu primogênito a fundará, e com a perda do seu filho mais novo lhe colocará as portas".

    Seis séculos mais tarde, aproximadamente no século VIII a.c., a cidade é reedificada no período do governo do rei Acabe, pelo Betelita Hiel. E conforme a palavra lançada por Josué, morre os seus dois filhos, I Rs 16:34 "Em seus dias Hiel, o betelita, edificou Jericó. Quando lançou os seus alicerces, morreu-lhe Abirão, seu primogênito; e quando colocou as suas portas, morreu-lhe Segube, seu filho mais moço; conforme a palavra do Senhor, que ele falara por intermédio de Josué, filho de Num".

    A cidade de Jericó que foi reedificada distava 30 km ao norte de Jerusalém, e nos tempos de Jesus era a segunda cidade da Judéia, e situava na principal rota comercial da época. Portanto, tinha tudo pra ser uma cidade próspera. Mas não era esta a sua realidade, porque foi reconstruída sob maldição. Ali o número de pessoas que viviam a margem da sociedade era muito grande, por causa da pobreza e das mazelas que os moradores daquela cidade eram acometidos. Como por exemplo, o próprio Bartimeu.

 

A vida de Bartimeu

    O filho de Timeu vivia mendigando diariamente para conseguir recursos doados pelas pessoas que se compadeciam de suas necessidades, quando lhes era rogada a misericórdia por aquele cego mendigo.

O único amigo que ele tinha, e que viviam inseparáveis era a sua capa. Instrumento que era comum aos mendigos, uma vez, que lhes servia de proteção contra as chuvas e períodos de friagem. Ela servia também como símbolo de tal condição social. Livrar-se daquela capa representava mudança de vida, e esta era a esperança e expectativa de Bartimeu ao ouvi falar que Jesus estava naquelas redondezas. Ele não poderia perder a oportunidade de revelar a sua única riqueza, a única coisa valiosa que lhe restava, que era o seu sonho. Sonho de sair daquela condição social miserável.

     É importante ressaltar que muitas são as pessoas que vivem nesta condição literalmente em todo o mundo, e outros que vivem como mendigos espirituais, precisam se despir da capa     da opressão e da prisão espiritual.

    Bartimeu alimentava um sonho impossível, porque ele sabia que o messias viria da tribo de Davi para restaurar todas as coisas, quando e onde não lhes importava saber. Para ele, o mais importante era nutrir aquele sonho impossível ao homem, mas, possível a Deus. De alguma forma ele sabia que aqueles dias eram propícios para a vinda existencial do messias prometido pelos profetas. Não sabemos quem o ensinou sobre o messias. A certeza deste seu conhecimento nos é comprovada ao passo que ele começa a clamar por misericórdia a Jesus, quando ele passa próximo ao caminho onde Bartimeu se encontrava, chamando-o de filho de Davi. Dando ênfase a respeito da promessa que dizia que o messias viria da descendência da tribo de Davi.

    Essa seria talvez para Bartimeu a sua única oportunidade de verse-se sair daquela condição tão miserável e dar um salto de qualidade de vida. Então incessantemente ele suplicada a Jesus por misericórdia, até ser atendido pelo mestre. É necessário darmos ênfase a um detalhe importante desta história: - A certeza de Bartimeu de que seria atendido por Jesus era tão intensa e notória que ele deixou a capa antes de Jesus operar aquele grandioso milagre em sua vida.

    Deixar a capa era tudo que ele queria na vida, pois não era simplesmente o ato de soltar a capa no chão, mas a transformação tão almejada em sua vida. Porque lançar aquela capa ao chão era muito mais que deixar seu companheiro objeto de lado, era dizer não a miséria, ao estado deplorável social, era nascer de novo.

    A proposito, não é exatamente isto que faz Jesus na vida daqueles que deixam para traz a sua vida ímpia e se lançam aos seus braços?

    

A Cura da cegueira física

    Bartimeu teve a sua suplica atendida por Jesus. Ele foi curado de sua cegueira. Sua visão foi restaurada. Agora ele pode sorrir outra vez, a vida lhe foi restituída, ele agora poderá reconstruir a sua vida. Sair de fato daquele estado social miserável.

    Uma lição importante que adquirimos deste episódio bíblico, é que Bartimeu enxergava muito bem a sua condição, isto é, ele sabia que precisava mudar de vida. E muito mais que isso ele sabia quem poderia resolver o seu problema, e quando teve a oportunidade não hesitou em se lançar de corpo e alma nos braços deste alguém.

    Ele se viu por dentro e por fora. Desejou mudanças reais no homem interior e no homem exterior. Ele sabia que enxergar fisicamente não seria a solução definitiva de sua vida. Ele poderia ter a sua visão restaurada e ainda assim continuar mendigando. Precisou ser mais enérgico e determinado em sua decisão quando se viu próximo de Jesus.

     Como já dissemos anteriormente, ele lançou a capa de si, e esta atitude expressava a sua decisão de nunca mais mendigar em sua vida. Não mendigar era tomar posse da sua vitória, era tomar rédea de seu futuro, que doravante seria promissor.

 

A beira do caminho

    A beira do caminho estava Bartimeu quando começou a clamar pelo socorro de Jesus. Foi então após tantos clamores, que Jesus o chamou e curou-lhe a cegueira.

    Está à beira do caminho, é está a margem da sociedade. É ser um ser desprezível aos olhos do homem. Mas jamais aos olhos de Deus.

    Por mais miserável que esteja vivendo o homem, Deus tem sempre uma porta de escape para o tal. Mas nem todas as pessoas que se encontram nesta situação, reconhecem que estão, e buscam socorro em Deus. Bartimeu encontrou socorro em Cristo, porque sabia da condição que vivia, e não desejava viver o resto de sua vida naquela condição.

    Está à margem da sociedade hoje, traduz muitas situações, como por exemplo: Viver na dependência de substancias química (entorpecentes; álcool); Criminalidade; prostituição.

    Em todas as situações em que possa está vivendo o homem, Deus tem solução para os mais diversos problemas da vida humana. Afinal, ele é Pai e autor da vida, portanto, tem a receita certa para resolver o seu problema e dar cabo ao sofrimento.

 

 

Conclusão

    Para se ter uma vida transformada é preciso seguir o exemplo de Bartimeu: Ser sonhador, ser determinado, vencer os obstáculo, e nunca perder as esperanças. Por incrível que pareça, por alguns momentos, depois do sol causticante da beira do caminho e da poeira, que juntos assolavam ao esperançoso Bartimeu. Os discípulos de Jesus, foi para ele o seu ultimo obstáculo. Porque cada vez que ele clamava por Jesus eles tentavam calar a sua voz.

    Talvez tenha pessoas querendo te desanimar e calar a sua voz, e parar a sua carreira, mais não desista. Lembre-se! Este foi o ultimo obstáculo a ser vencido por Bartimeu, talvez seja também o seu. A sua luta hoje pode ter sabor amargo, mas amanhã terá sabor de mel.

 

 

Deus os abençoe em Cristo Jesus!

 

 

 

 

Pb. Marlon S. Sousa

Um comentário:

Anônimo disse...

A paz do Senhor Jesus pb.estou feliz por sua vída que Deus continúe lhe uzando poderozamente na palavra,e que continúe bombardiando o inferno,fico feliz por está traduzindo estas palávras simples más Poderózas infelismente o povo gosta de comentar só pornografía,mas nós fazemos menção do poder de Deus fique na paz do Senhor Jesus !!!